Amigos da Bola Online - Squadra, Ma...

10/12/21

Com a fase de quartas de final sendo realizado em jogos noturnos, no meio de semana, foram conhecidos os semifinalistas e, digamos, sem surpresas, afinal as quatro mais bem colocadas da primeira fase conquistaram as vagas. Sendo apenas a equipe do Povo da Bola conquistando a vaga no critério, ou seja, empatando o seu jogo. Squadra Azzurra, Cruz de Malte e Ouro Verde venceram seus adversários.

SQUADRA ARRAZADOR
No primeiro jogo das quartas de final, o Squadra Azzurra, dono da melhor campanha da primeira fase, “atropelou” a equipe do Piriri pelo sonoro placar de nove tentos a um, de forma até surpreendente pela elasticidade do placar. Até mesmo porque, além do Piriri ter uma ótima equipe, na primeira fase os jogos foram bastante equilibrados, com quatro a dois no primeiro turno e um empate, no segundo.

O Piriri teve, inclusive, oportunidade de sair à frente no placar, porém acabou desperdiçando a chance. O que não ocorreu com a equipe do Azzurra, pois Bruno abriu o placar aos onze minutos, Lucas ampliou aos vinte e quatro, Samuca diminuiu aos 37 dando uma aparência de que o Piriri reagiria, porém, Davi e Giovanni, dois destaques na noite de terça-feira, entraram em ação fazendo, cada um, três gol no jogo, com Flávio Casca encerrando a festa com o gol no último minuto de jogo.

O Piriri, pode-se dizer, apresentou-se completo, ou seja, com seus principais atletas, como Felipe Alesi, Caio, Samuca, Kalel e Coutinho, este um dos destaques e artilheiro do campeonato, mas que foi anulado pela defensiva do Squadra. A equipe do Piriri foi apática, principalmente no segundo tempo, e não conseguiu reagir para evitar a derrota acachapante.

Já o Azzurra foi superior a todo tempo, com obediência tática muito bem delineada pelo bom técnico Buiu, que soube anular as principais jogadas do seu rival. Os destaques individuais mais uma vez desequilibraram como Giovanni, Lucas de Andrade, Gilton, principalmente o jovem meia Davi, que, inclusive, é um dos candidatos a craque do campeonato.

O Azzurra enfrentará Ouro Verde, este adversário que levou a melhor em 2020, na decisão de título em que o Squadra acabou ficando com o vice. Na primeira fase uma vitória para cada lado e agora este confronto valendo vaga à final. Certamente será um ótimo jogo, colocando frente a frente os finalistas da temporada anterior. Pela melhor campanha na primeira fase, o Squadra Azzurra joga pelo empate.

 

SQUADRA AZZURRA

Squadra Azzurra, melhor campanha da primeira fase, vice em 2020, agora quer o caneco de campeão.

 

CRUZ DE MALTE IMPÔS SEU JOGO
O estreante Cruz de Malte, segundo colocado na primeira fase, mesmo com a vantagem de jogar pelo empate, não usou deste critério para fazer seu jogo e construiu o placar de três a zero, desta forma garantindo sua vaga na fase semifinal.

Time com atletas experiente, alguns velhos conhecidos da suburbana e outros jogadores tarimbados do próprio Campeonato Amigos da Bola, a equipe no geral foi superior, mas, principalmente, no segundo tempo.

O primeiro tempo ainda foi equilibrado, até o momento em que Ildinho, o destaque do jogo, abriu o placar, aos vinte e dois minutos. Jogando contra a vantagem do empate e com a derrota parcial, o Ixcola tentou se lançar ao ataque, mas foi frustrado em suas ações. Quando teve oportunidades em bolas paradas, rente a grande área, não conseguiu concluir com precisão.

No intervalo, o Ixcola fez algumas substituições na intenção de colocar o time mais à frente, porém o Cruz de Malte sempre esteve bem postado em campo, soube conduzir o jogo e com atletas experientes soube aproveitar as brechas deixadas pelo adversário. Diego, aos 13 minutos fez o segundo gol, praticamente matando o jogo e Ildinho ainda fez o seu segundo e o terceiro do Cruz de Malte aos trinta minutos, acabando de vez com os ânimos e a esperança do Ixcola da Bola, que mesmo atuando com seus principais atletas como Wesley, Gustavo e Júlio, pouco produziu.

O Cruz de Malte enfrentará o Povo da Bola e por ter a segunda melhor campanha da competição também jogará pelo empate, em jogo que deve ser de muita tensão e emoção, haja vista que na primeira fase ocorreu empate no primeiro turno e vitória do Povo, de virada, com gol no último lance, no segundo turno.

 

CRUZ DE MALTE 8A RODADA

Cruz de Malte, estreante, chega com força na semifinal.

POVO CONQUISTA VAGA NO ÚLTIMO LANCE
Jogo tenso, atletas com nervos à flor da pele, muita marcação e briga pela bola em todo o lance, o Povo da Bola fez prevalecer a vantagem do empate a seu favor, por ter terminado entre os quatro primeiros colocados na primeira fase.

Com um primeiro tempo bem movimentado, o Povo desperdiçou algumas oportunidades, o mesmo ocorrendo com o Spartak, que soube aproveitar melhor as chances criadas e abriu o placar com Demerson, aos vinte e sete minutos, atleta que já vinha se destacando nos últimos jogos e neste não foi diferente. O primeiro tempo terminou com vitória parcial do Spartak.

O Povo da Bola, que precisava correr atrás do prejuízo, fez algumas substituições e tornou-se mais ofensivo no intuito de buscar a classificação. Leonardo Foguinho e Lucas foram os destaques da equipe com jogadas de muita velocidade pelos lados do campo. O Spartak se defendia bem e apostava nos contra-ataques, também com boas investidas, principalmente dos atletas Fernando e Guilherme.

A bola aérea sempre foi um perigo rondando a meta do goleiro Talles, do Spartak e foi por onde o Povo marcou duas vezes e conquistou a classificação. Aos quinze minutos, em um dos diversos escanteios cobrados pelo Povo, Rodrigo Tcheco subiu sozinho, no meio da área e colocou a bola no canto do goleiro Talles. A equipe do Spartak sobrava na área, porém apenas observou o cabeceio de Tcheco.

Precisando de um gol para se classificar, o Spartak partiu para com tudo para o ataque e em uma das diversas investidas, em jogada pelo lado esquerdo, em chute cruzado, a bola praticamente atravessou toda a área e encontrou Do Norte, que, sozinho, aos trinta e quatro minutos, teve tranquilidade para apenas colocar a bola no canto, fazendo o segundo gol, que colocava o Spartak na semifinal.

O jogo esquentou nos minutos finais, o Povo partiu para o tudo ou nada, se lançou ao ataque, principalmente com Lucas e Foguinho sendo acionados a todo momento. O Spartak conseguia bloquear as investidas do adversário, principalmente nos lances em troca de passes e com bolas rasteiras.

Porém, em mais uma bola aérea, já nos acréscimos, o Povo da Bola levou todo o time para dentro da área, inclusive seu goleiro Marquinhos. O lance que surgiu de uma parada, a cobrança no segundo pau encontrou o artilheiro histórico do Povo da Bola, Marlus, que entrou “voando” e fez o gol que deu a classificação a sua equipe, praticamente no último lance de jogo, pois assim que o Spartak tirou bola ao centro o árbitro Abreu encerrou a partida.

 

POVO DA BOLA2

Povo da Bola venceu a competição em 2012, também busca o bi.

 

OURO VENCE PELO PLACAR MÍNIMO
Disputa de vaga entre quarta e quinto colocados, a expectativa era de que seria o jogo mais equilibrado da fase, o Ouro Verde levou a melhor frente ou União, vencendo por um zero e desta forma chega a semifinal.

O jogo começou com muita cautela da ambas as equipes, preocupação em fechar todos os espaços do adversário, marcação cerrada, portanto um primeiro tempo praticamente sem ações ofensivas, principalmente por parte da União, fazendo com que o goleiro Gláucio fosse praticamente um mero espectador. O Ouro Verde até tentou ser mais agudo, mas chegou poucas vezes, sendo que o goleiro Felipe não fez nenhuma defesa com maior dificuldade.

Com uma defensiva bastante consistente com o tripé formado pelos experientes e ex-profissionais Linno, Amarildo e Russo, que dominavam o setor, pouco, ou quase nenhum, espaço deram à equipe adversária. O meia Matheus Capanema foi o grande destaque do meio para frente, com muita mobilidade e entrega, com a bola sempre passando pelos seus pés.

O União fez uma partida bem abaixo do esperado, com seu grande destaque Filipe Chulapa jogando no sacrifício, assim como Jhonatan Lima e a equipe parece ter sentido também a ausência de Diego Couto, apesar de defensivamente ter feito um bom jogo. Giordano foi o principal articulador na meia cancha e Krisman também se desdobrou entre defesa e ataque.

No segundo tempo, quando a equipe do União até tinha um volume maior de jogo, foi surpreendida por um contra-ataque rápido, bola cruzada, a defensiva cortou mal e Matheus Capanema, o destaque do jogo, pegou a sobra para fazer o gol solitário e garantir a equipe do Ouro Verde na próxima fase.

O União lutou muito, principalmente após sofrer o gol, inclusive com Filipe acertando uma bola na trave em cobrança de falta, Fernandinho também acertou um petardo de meia distância com Gláucio fazendo uma bela defesa. União tentou de todas as formas chegar ao gol e terminou a partida com quatro atacantes, porém sem sucesso.

Squadra Azzurra e Cruz de Malte tentam título inédito, enquanto Povo da Bola e Ouro Verde buscam o bi. Squadra joga pelo empate frente ao Ouro e Cruz tem a vantagem perante o Povo. Ambos os jogos às 15 horas, Squadra Azzurra e Ouro Verde no Iguaçu e Cruz de Malte e Povo da Bola, no Flamengo.

 

1OURO VERDE 12A RODADA

Ouro Verde, atual campeão, vai em busca do bi.

 

Deixe a sua Resposta

Fique por dentro das novidades do CAB.